Os 25 milhões que obrigaram Elinaldo devolver faltará no social/saúde/educação
02/07/18 as 05:22 pm
Ver Notcia

Os R $ 25,8 milhões que fizeram o preço antecipado de 21 de junho, por irregularidades cometidas nas obras do Rio Camaçari nas gestões de Ademar Delgado e Luiz Caetano (ambos do PT) ), farão falta para os investimentos que o prefeitura estava pronto para fazer em social, saúde e educação nas comunidades mais carentes de Camaçari.


No entanto, a Elinaldo não devolveu R $ 25,8 milhões, com recursos do próprio Município, ao Governo Federal, a cidade ficaria com o nome sujo na praça e seria ainda mais penalizada, não poderia mais receber repasses da União para a habitação, A continuidade da subsidiária, como as compensações, provavelmente já não é compensada, e as probabilidades podem chegar a Camaçari, de R $ 1 bilhão de reais nos próximos anos.


A data de ontem (28) em entrevista coletiva com a imprensa pelo prefeito Elinaldo, ocorreu depois de um acordo com o Ministério das Cidades para incluir o nome da cidade no cadastro de maus pagadores.

 Fonte: camacarinoticias.com.br


 

Todo Direito Reservado a AP-STUDIO PRODUÇÕES E EVENTOS

Trav. Afranio Peixoto 32C - Auto da Cruz
Camaçari - BA
CEP: 42808-070

71.3040-4147
diretoria@camacarifm.com.br